Você sabe o que é língua saburrosa e o que ela pode mostrar sobre a sua saúde?

0
3881

O que se chama língua saburrosa, ou saburra lingual, é uma placa bacteriana de cor esbranquiçada, amarelada ou amarronzada que se deposita no dorso da língua por ocasião de certas doenças sistêmicas ou focais.

A placa bacteriana que constitui a língua saburrosa é originada quando há diminuição da produção de saliva, com ressecamento da boca e/ou uma descamação epitelial da mucosa bucal acima dos limites fisiológicos, o que favorece a proliferação de bactérias. Esta descamação excessiva, por sua vez, pode ser causada por inúmeros fatores, como a respiração através da boca, o ronco, o uso de aparelhos ortodônticos, o uso de enxaguatórios com álcool e hábitos de mordiscar os dedos, lábios e bochechas, entre muitos outros fatores. A formação da saburra lingual é favorecida naquelas línguas com muitas fissuras.

Quais são os principais sinais e sintomas da língua saburrosa?

A língua saburrosa apresenta-se áspera, de coloração modificada e a pessoa pode vir a sentir alterações do paladar. A saburra lingual é uma das maiores responsáveis pelo mau hálito. A saburra serve de alimento para algumas bactérias proteolíticas, que no processo de metabolização, produzem alguns gases responsáveis pelo mau hálito.

Como diagnosticar a língua saburrosa?

O médico ou o dentista diagnostica a língua saburrosa por uma visão direta da sua aparência. A medicina tradicional chinesa confere à inspeção da língua um importante papel nas informações diagnósticas, pois as diversas características da saburra dão uma ideia do quadro clínico subjacente. A medicina ocidental a trata como expressão de condições mórbidas gerais ou locais e seu maior desafio é descobrir por que ela está se formando, pois algumas pessoas, mesmo realizando a limpeza correta da língua, continuam apresentando a formação de saburra lingual. O reconhecimento dessa condição causal é essencial, pois a saburra lingual pode ser indicação de algumas doenças graves, entre as quais, doenças do fígado, distúrbios do estômago, doenças sistêmicas como diabetes mellitus e mononucleose infecciosa ou uma condição pré-cancerosa.

Há pelo menos três maneiras de tratar a saburra lingual:

Remoção mecânica por meio de limpadores linguais.

Manutenção da superfície lingual com a máxima oxigenação possível, por meio de medicações.

Identificação e remoção da sua causa.

As duas primeiras abordagens permitem a reincidência do problema e exigem a manutenção desses cuidados. A terceira providência, se realizada com sucesso, garante resultados mais duradouros. Como recurso geral, é importante que seja feita uma boa higienização diária da língua. Para isso, aplique creme dental no raspador lingual ou na escova de dente e faça movimentos verticais para eliminar as bactérias que se acumulam tanto na frente da língua, quanto em seu fundo. Após a limpeza, deixe a pasta de dente permanecer na superfície da língua por até noventa segundos. Isso deve ser repetido ao acordar e antes de dormir.

A língua saburrosa pode ser prevenida aumentando o fluxo salivar ou diminuindo a descamação excessiva da mucosa bucal, através do tratamento de suas causas. Sempre será muito importante manter uma higiene bucal muito bem realizada, dando atenção especial à língua e também uma boa hidratação.

Quais são as complicações possíveis da língua saburrosa?

Usar em excesso ou aplicar muita força no uso do limpador de língua pode machucar a língua ou provocar outras alterações.

Fonte :
www.abc.med.br

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here