Saúde bucal na terceira idade

0
90

Muitas pessoas na terceira idade usam dentaduras, tomam remédios e têm problemas de saúde geral, pacientes idosos precisam de alguns cuidados específicos com sua saúde bucal. Mesmo que escove e use o fio dentário regularmente, o idoso pode deparar-se com alguns obstáculos. Abaixo veremos alguns problemas comuns que pacientes de terceira idade podem encontrar:

Dentaduras
Facilitam a vida de muitos, mas exigem cuidados especiais. Sempre siga rigorosamente as instruções do seu dentista. O paciente que usa dentaduras definitivas deve fazer um exame bucal geral pelo menos uma vez por ano, e no caso de desconforto ou qualquer problema, devem marcar uma consulta com o Dentista.

Boca Seca
Muitas pessoas mais velhas se queixam de boca seca com frequência. O que pode ser causado por medicamentos ou por distúrbios da saúde. Se não tratado, pode prejudicar os dentes. O dentista pode recomendar vários métodos para manter sua boca mais úmida, como tratamentos ou remédios adequados para evitar a boca seca.

Cáries
Problemas com a raiz dos dentes e cáries são mais comuns em pessoas da terceira idade, com o envelhecimento, há chances de que a gengiva comece a retrair e isso faz com que os dentes pareçam mais longos. Esse processo irá começar a expor a raiz do dente, o que causa maior risco de cárie, a chamada “cárie de raiz”, e pode causar uma hipersensibilidade da dentina.  Por isso, é importante escovar com um creme dental que contenha flúor, usar fio dental todos os dias e não deixar de ir ao dentista.

Sensibilidade
A sensibilidade dentária pode ser um problema crescente à medida que se envelhece. Como a retração gengival é comum com o passar dos anos, áreas do dente que não estão protegidas pelo esmalte dental ficam expostas e estas áreas podem ser particularmente doloridas quando atingidas por alimentos e bebidas quentes ou frias. Em casos mais graves, pode ocorrer sensibilidade com relação ao ar frio e a alimentos e líquidos doces ou amargos. Se os dentes estiverem muito sensíveis, o paciente pode usar um creme dental apropriado. Caso o problema persista, deve-se procurar o dentista, já que esta sensibilidade pode indicar a existência de um problema mais sério, como, por exemplo, cárie ou dente fraturado.

Enfermidades preexistentes
Doenças como a diabetes, problemas cardíacos e câncer podem afetar a saúde oral. Certifique-se que o seu dentista está a par dos seus problemas de saúde de modo a que ele possa perceber toda a situação e ajude-o a ter cuidados específicos com a saúde oral.

Gengiva
A gengivite afeta pessoas em qualquer idade mas, principalmente, acima dos 40 anos. Os fatores que podem fazer aumentar a incidência da doença gengival são:
-Má alimentação
-Má higiene oral
-Doenças sistemicas, como a diabetes, doenças cardíacas ou o cancro.
-Fatores ambientais, como o stress e o tabaco.
A doenças gengivais são reversíveis em seus primeiros estágios, então é importante diagnosticá-las o mais cedo possível. As consultas periódicas garantem o seu diagnóstico e o seu tratamento precoce. É importante saber que a boa higiene bucal evita o aparecimento de enfermidades gengivais.

Coroas e Pontes
São utilizadas para reforçar os dentes ou para substituir os que faltam. A coroa é usada para cobrir a totalidade do dente danificado. Além de reforçar o dente destruído, uma coroa também pode ser utilizada para melhorar a estética, a forma ou o alinhamento dentário. As pontes são usadas normalmente para substituir um ou mais dentes que estejam ausentes. As pontes preenchem os espaços onde faltam dentes. As coroas são cimentadas nos dentes naturais ou nos implantes que circundam o espaço livre.

Felizmente, seu dentista pode ajudar você a encarar todos estes desafios com êxito quase que garantido.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here