Quais são os cuidados necessários após a extração de um dente?

0
750

Embora a dentição permanente deva durar pelo restante da vida adulta, alguns pacientes passam por situações em que os dentes precisam ser extraídos. Como por exemplo, no caso de uma cárie ou infecção muito profunda, no caso do terceiro molar (dente do ciso), ou mesmo quando não há espaço o suficiente para que todos os componentes da arcada dentária fiquem acomodados corretamente na boca.

Mesmo sendo considerado um procedimento simples a extração dentária pode trazer algumas complicações. Por isso, o pós-operatório correto é tão importante quanto o procedimento em si, e cabe ao paciente seguir a risca todas as recomendações passadas pelo dentista após a extração. Esses cuidados influenciam diretamente na dor que o paciente sentirá, no inchaço facial e até no desenvolvimento de complicações cirúrgicas.

Conheça os cuidados básicos que devem ser tomados para um bom pós-operatório:

NÃO FAZER ESFORÇO FÍSICO
Durante a realização de atividades físicas, a circulação sanguínea é intensificada para que os músculos e órgãos recebam uma quantidade de nutrientes e oxigênio compatível com a atividade. Esse aumento no fluxo sanguíneo, por sua vez, pode acentuar o sangramento no local da extração. Por isso, lembre-se de ficar em repouso.

NÃO CUSPIR OU FAZER BOCHECHO
Em geral, todo corte feito no corpo forma um coágulo para cicatrização, e na extração dentária não é diferente. Nas primeiras 24 horas após o procedimento, é essencial evitar fazer bochechos, cuspir bruscamente ou consumir bebidas com canudo, pois esses movimentos que exigem sucção removem o coágulo, deixando os tecidos gengivais expostos.

NÃO FUMAR OU INGERIR BEBIDAS ALCOÓLICAS
Além do ato de fumar também exigir um movimento de sucção, a fumaça quente pode potencializar o processo inflamatório. Já o álcool pode interagir com os analgésicos e antimicrobianos prescritos pela dentista, fazendo-os perder o efeito e causando dor e infecções.

ALIMENTOS FRIOS OU MORNOS
Quanto mais quente o alimento, maior a chance de sangrar a região. Prefira o frio de um picolé ou sorvete que isso ajuda a amenizar a dor e também parar o sangramento pós-cirúrgico.

ALIMENTOS MACIOS
Mastigar coisas duras ou difíceis como carne aumenta o esforço mastigatório na região ferida, provoca sangramento e edema (inchaço) principalmente nas bochechas. Além disso, alimentos consistentes também podem tirar o coágulo.

TOMAR A MEDICAÇÃO PRESCRITA
Normalmente, a dentista prescreve anti-inflamatórios, antimicrobianos e analgésicos adequados para o procedimento. Tome-os de maneira regrada e adequada e evite soluções caseiras, como aplicação de chás ou outras substâncias que possam infeccionar o local da extração.

CUIDADO COM A HIGIENE
Por mais que o local da extração esteja dolorido, é essencial manter a higiene bucal, inclusive na área operada. Esse cuidado evita o acúmulo de sujeira e restos alimentares. Consequentemente, isso protege o paciente de possíveis infecções.

NÃO TIRE OS PONTOS EM CASA
A remoção dos pontos cirúrgicos, normalmente, ocorre sete dias após a extração. Nesse momento, a dentista também poderá avaliar a normalidade do processo de cicatrização e a necessidade de intervenções. Por isso, não caia na tentação de pegar uma tesoura e arrancar tudo. Isso causará problemas!

Se os cuidados básicos forem seguidos dificilmente o paciente irá sofrer dores ou problemas mais graves!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here