Fechamento de diastema com redistribuição de espaço utilizando Charisma Diamond

0
129

 

Por:
Letícia Aparecida Pereira*
Taís Aparecida do Nascimento*
Prof. Dr. André Marcelo Peruchi Minto **

 

O crescimento do apelo estético nos últimos tempos transformou a rotina dos cirurgiões-dentistas, pois os pacientes cada vez mais exigem uma solução rápida e de alta qualidade aos seus problemas. Em vista deste fato e somado à introdução no mercado de materiais restauradores diretos de qualidade superior, tanto esteticamente quanto em resistência e durabilidade, as facetas diretas de resina composta tornaram-se uma opção válida, que proporciona resultados extremamente satisfatórios em período de tempo mais curto quando comparado a outros procedimentos indiretos.

Contudo, o uso destes materiais diretos implica ao cirurgião-dentista o domínio de conceitos de proporcionalidade e dimensionamento, além de técnicas de escultura mais refinadas. Entretanto, em alguns casos isso não é o suficiente, exigindo que o cirurgião-dentista se adeque a cada caso, fazendo uso de saídas criativas na tentativa de obter o melhor resultado possível.

Dentre as opções existentes, o uso de anéis ortodônticos interproximais para melhorar a distribuição dos espaços disponíveis consiste em um artifício interessante a ser usado, tornando casos aparentemente impossíveis de serem resolvidos sem a associação com a ortodontia corretiva. Ademais, diante de inúmeras situações clínicas onde há necessidade de reanatomização dental, por causas diversas como: diastemas, incisivos conóides, mau posicionamento, inclinações, fraturas, entre outros, é de vital importância o restabelecimento da correta relação comprimento – largura, proporção e correto posicionamento da linha média superior, sendo estes princípios, preponderantes na harmonização do sorriso.

Portanto, o presente caso clínico tem por finalidade demonstrar como o emprego de movimentações dentais prévias ao tratamento restaurador através da aplicação de anéis ortodônticos interproximais, influenciam no resultado estético final. A utilização da resina composta Charisma Diamond (Heraeus-Kulzer) viabilizou a correta reprodução estética, onde destacamos a facilidade de manipulação e a perfeita interação óptica do material com as estruturas dentais.

Paciente do sexo feminino, jovem e com a presença de grande diastema entre os elementos 11 e 21. Vista frontal do sorriso.
Paciente do sexo feminino, jovem e com a presença de grande diastema entre os elementos 11 e 21. Vista frontal do sorriso.

 

 

 

 

 

 

 

Vista frontal da paciente em oclusão e com lábios e bochechas afastadas.
Vista frontal da paciente em oclusão e com lábios e bochechas afastadas.

 

 

 

 

 

 

 

Análise virtual da proporção dental dos incisivos que obedece a norma de estética (proporção áurea).  Nesse caso, é inviável a oclusão pura e simples do diastema, sendo necessária a redistribuição do espaço e, a consequente redução do diastema entre os dentes 11 e 21.
Análise virtual da proporção dental dos incisivos que obedece a norma de estética (proporção áurea). Nesse caso, é inviável a oclusão pura e simples do diastema, sendo necessária a redistribuição do espaço e, a consequente redução do diastema entre os dentes 11 e 21.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anéis ortodônticos de borracha com 1,0 mm de espessura posicionado entre os dentes 12-13 e entre 22-23. Após 24 a 48 horas os dentes 11 e 21 migrarão em sentido mesial.
Anéis ortodônticos de borracha com 1,0 mm de espessura posicionado entre os dentes 12-13 e entre 22-23. Após 24 a 48 horas os dentes 11 e 21 migrarão em sentido mesial.

 

 

 

 

 

 

 

 

Vista do espaço obtido entre 22 e 21.
Vista do espaço obtido entre 22 e 21.

 

 

 

 

 

 

 

Vista do espaço obtido entre 12 e 11.
Vista do espaço obtido entre 12 e 11.

 

 

 

 

 

 

 

Vista frontal do sorriso após a execução das restaurações. Convém salientar que o espaço obtido entre 12-11 e 21-22 após a remoção dos anéis de borracha é restaurado imediatamente com o acréscimo de resina na face mesial dos elementos 12 e 22 (Charisma Diamond A1 e CL. Em outra sessão, executa-se o fechamento de diastema entre 11 e 21 agora reduzido pela mesialização proposital dos mesmos.
Vista frontal do sorriso após a execução das restaurações. Convém salientar que o espaço obtido entre 12-11 e 21-22 após a remoção dos anéis de borracha é restaurado imediatamente com o acréscimo de resina na face mesial dos elementos 12 e 22 (Charisma Diamond A1 e CL. Em outra sessão, executa-se o fechamento de diastema entre 11 e 21 agora reduzido pela mesialização proposital dos mesmos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vista frontal da paciente em oclusão e com lábios e bochechas afastadas, após a conclusão do caso clínico.
Vista frontal da paciente em oclusão e com lábios e bochechas afastadas, após a conclusão do caso clínico.

 

 

 

 

 

 

 

 

Análise virtual da proporção dental dos incisivos que continua em concordância com a norma de estética (proporção áurea), mesmo após a execução das restaurações. Observe que apesar do aumento na largura dos incisivos superiores, prevalece a harmonizado sorriso.
Análise virtual da proporção dental dos incisivos que continua em concordância com a norma de estética (proporção áurea), mesmo após a execução das restaurações. Observe que apesar do aumento na largura dos incisivos superiores, prevalece a harmonizado sorriso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* Aluna de graduação em Odontologia da Universidade de Franca
**Especialista em Dentística Restauradora – APCD Araraquara; Mestre em Dentística – UNESP – Araraquara; Doutor em Dentística – FOUSP – São Paulo; Atuação em Clínica Particular há 27 anos; Professor Responsável pelas Disciplinas de Dentística e Clínica Integrada da Universidade de Franca – UNIFRAN; Professor do Curso de “Especialização em Dentística” da FUNORP (FORP-USP)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here