Dor de dente nem sempre é cárie! Pode ser uma retração gengival

0
165

O que é retração gengival?
A gengiva saudável forma um colar de proteção ao redor dos dentes. A retração gengival ocorre quando a margem gengival se afasta da coroa do dente, em direção à raiz dele. Quando ela se retrai, expõe a raiz dos dentes, fazendo aparecer sensibilidade dentária e facilitando a cárie cervical, uma vez que a superfície radicular é mais mole e mais suscetível à cárie do que o esmalte da coroa do dente.

Quais são as causas da retração na gengiva?
A causa mais frequente da retração gengival é o fato de aplicar muita força sobre os dentes durante a escovação ou utilizar uma escova de cerdas duras. Nesses casos, apenas os dentes que são os alvos fáceis da escova são atingidos. A gengivite (inflamação da gengiva), o acúmulo de placas bacterianas e movimentos ortodônticos realizados de forma incorreta também podem levar à retração gengival. Outras causas podem ser trauma oclusal, restaurações desadaptadas na região próxima à gengiva, posição alta dos freios labiais e lingual, dentes apinhados ou encavalados e pouca espessura do osso que recobre aquela raiz.

Uma das principais causas da retração gengival é o mau posicionamento dentário. Por exemplo, um dente pode deslocar para frente porque ficou encavalado, quando os dentes permanentes começaram a forçar a gengiva. Ela ainda pode ser devida a restaurações dentárias com excesso nas margens. A idade avançada costuma provocar uma retração gengival generalizada.

Quais são as principais características clínicas da retração gengival?
Dependendo do local, a retração na gengiva pode afetar a harmonia do sorriso, influenciando na estética e na autoestima das pessoas. Além disso, ela pode resultar em diversas consequências, como dificuldades de higienização dentária e oral, inflamação na gengiva, alta sensibilidade nos dentes, dor e alterações na estética dentária, pois os dentes podem ficar muito alongados, desproporcionais ao arco gengival, ocasionando problemas de autoestima e, em alguns casos, perda dos dentes.

Como tratar a retração gengival?
Muitas vezes a retração das gengivas é tratada por motivos estéticos. A retração gengival pode ser corrigida com uma cirurgia reparadora que ajude a reconstituir o tecido e cobrir a dentina de, no máximo, um ou dois dentes. Ainda assim, essas são cirurgias de resultados imprevisíveis. Deve-se fazer também uma reeducação da técnica de escovação e troca da escova de dente por uma de cerdas macias, realização de uma limpeza profissional, ajuste oclusal, adequação das restaurações localizadas próximas à gengiva e até a necessidade de corrigir a má posição dodente com aparelho ortodôntico. Bochechos com soluções fluoretadas ou aplicações profissionais de flúor podem amenizar o problema.

Como prevenir a retração gengival e os problemas causados por ela?
-Utilizar sempre escovas de cercas macias e aplicar pouca força durante a escovação.
-Realizar diariamente uma correta técnica de escovação.
-Fazer visitas regulares ao dentista.
-Fazer uso de placas de mordida (férulas).
-Beber muita água para manter a mucosa da boca sempre bem hidratada.
-Dormir de boca fechada para evitar o ressecamento da mucosa oral.
-Manter uma alimentação saudável, evitando carboidratos e alimentos processados, que promovem o acúmulo de placa bacteriana.
-Consumir alimentos com Vitamina C que mantém as gengivas saudáveis.

A retração gengival, por si só, não leva à perda do dente, mas é necessário que sua causa seja eliminada.

Fonte:
abc.med.br

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here