Distúrbios alimentares e a saúde bucal

0
183

A bulimia e a anorexia são distúrbios alimentares que geralmente atingem pessoas de 15 a 25 anos, distúrbios que tem um forte impacto na saúde bucal.
A bulimia faz com que o paciente perca o controle de seus hábitos alimentares, ingerindo alimentos compulsivamente e logo após vomita-los.

As alterações dentárias vistas em muitas pessoas com bulimia são muitas vezes reconhecíveis. Vômitos frequentes podem fazer com que as glândulas salivares inchem e os tecidos da boca e da língua se tornem secos, vermelhos e doloridos. Pessoas com bulimia podem apresentar dores crônicas na garganta e pequenas hemorragias sob a pele do palato.

O vômito frequente pode desmineralizar o esmalte dos dentes, especialmente no lado da língua na região dos dentes frontais superiores. Isso aumenta drasticamente o risco de cárie nessas áreas e pode fazer com que esses dentes se tornem sensíveis à temperatura. A desmineralização severa pode ocasionar mudanças na mordida ou alterar a forma com que os dentes superiores e inferiores se encaixam (ocluem). Os dentes de trás podem reduzir de tamanho e alguns dentes podem ser perdidos eventualmente. A desmineralização do dente pode levar cerca de três anos para aparecer, mas isto não acontece com todos os bulímicos.

Muitas pessoas com bulimia podem estar desnutridas, ou com anemia, má cicatrização e o risco de doença periodontal aumentado.

Se você for bulímico, seu dentista poderá realizar tratamentos com flúor durante as idas ao consultório e receitar um gel à base de flúor para utilização em casa. Visite seu dentista regularmente; ele poderá também detectar cárie ou infecções.

O tratamento dentário pode ser importante no tratamento da bulimia. Seu dentista trabalhará juntamente com a equipe de sua assistência médica para que você possa coordenar tratamento dentário com o tratamento para o transtorno alimentar.

Na anorexia, a quase inanição priva o organismo dos nutrientes de que necessita. Pode-se desenvolver uma osteoporose com um enfraquecimento dos ossos maxilares que suportam os dentes podendo-se chegar até à perda do elemento dentário.

Em ambos os casos, é essencial que se trate as causas subjacentes que levam à anorexia e à bulimia, bem como que se trate as complicações dentárias delas resultantes. Embora o dentista possa reparar o esmalte danificado dos dentes, ele não poderá tratar o distúrbio alimentar real. Casa você tenha – ou suspeite ter – algum distúrbio alimentar consulte seu médico.

Fonte:
Colgate

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here