Diagnóstico em Ortodontia e Ortopedia Facial

0
294

A Odontologia é uma profissão e uma ciência que se encontra em constante desenvolvimento, com surgimento de tecnologias inovadoras e possibilidades de diagnósticos e tratamentos cada vez mais eficientes e em menor tempo. 

A Ortodontia e Ortopedia Facial é uma especialidade odontológica que tem por objetivo diagnosticar, prevenir e tratar os problemas relacionados ao mau posicionamento e mau relacionamento dos dentes (maloclusão) e das estruturas da face (ossos e tecidos moles), utilizando-se de aparelhos específicos para cada caso.

Para um tratamento adequado, é necessário que se faça um diagnóstico correto e minucioso. Os casos que merecem atenção precoce são:

– Mordida aberta anterior ou posterior, que pode ser causada por hábitos da criança, tais como sucção de dedo ou chupeta, interposição de língua, hereditariedade.

Figura 1 – Mordida aberta anterior
Figura 1 – Mordida aberta anterior

 

 

 

 

Figura 2 – Mordida aberta posterior
Figura 2 – Mordida aberta posterior

 

 

 

 

 

 

 

 

– Mordida cruzada anterior ou posterior, cuja etiologia abrange múltiplos fatores, tais como hábitos viciosos, interferências oclusais, padrão de erupção dentária fora da normalidade, hereditariedade.

Figura 3 – Mordida cruzada anterior
Figura 3 – Mordida cruzada anterior
Figura 4 – Mordida cruzada posterior
Figura 4 – Mordida cruzada posterior

 

– Deficiências de crescimento da maxila e/ou mandíbula, cuja etiologia também é multifatorial.

Figura 5 – Deficiência maxilar
Figura 6 – Deficiência maxilar
Figura 6 – Deficiência mandibular
Figura 5 – Deficiência mandibular

 A Ortodontia é dividida em três fases: Preventiva, Interceptativa e Corretiva. A fase preventiva atua na educação odontológica, remoção de placa bacteriana, eliminação de hábitos de sucção (dedos, chupeta, língua) e manutenção de espaços. A fase interceptativa também atua na eliminação dos hábitos de sucção, descruzamento de dentes quando há espaço, extração de dentes decíduos retidos por muito tempo e extrações seriadas. Já a fase corretiva, tem por finalidade corrigir uma má oclusão já instalada, com aparelhos fixos e, muitas vezes, em conjunto com Cirurgia Ortognática.

A intervenção feita pelo ortodontista no momento correto, pode evitar futuras cirurgias e prevenir maiores complicações nas funções mastigatória, respiratória, de deglutição e da fala. Além de proporcionar uma melhora significativa da estética com o alinhamento dos dentes.

Lembre-se, a saúde começa pela boca! Consulte um Cirurgião-Dentista e/ou Ortodontista de sua confiança!

 

Dra. Gabriela Zilio Circeli de Godoy

CROSP: 103.306

Formada em Odontologia pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), Gabriela é especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial pelo Grupo de Estudos Ortodônticos e Serviços (Gestos – Araraquara), em associação com a Famosp. 

 

Referências:

– Figura 1: www.odontoblogia.com.br

– Figura 2: www.revistasbo.com.br

– Figura 3: www.apkxda.com

– Figura 4: www.megasorriso.com.br

– Figuras 5 e 6: www.centrocirmax

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here