Corrosão ácida: causas, efeitos e prevenção.

0
191
Corrosão Ácida
Corrosão ácida: Causas, Efeitos e Prevenção

Uma das doenças bucais mais prevalentes na população é a corrosão ácida dental (também conhecida por erosão ácida). Trata-se de uma doença que leva à perda de minerais do esmalte quando em contato com substâncias ácidas. Sejam essas substâncias advindas do meio externo (exógenas) bem como interno (endógenas).

Alimentos saudáveis como frutas e sucos ácidos, vinhos. Do mesmo modo bebidas industriais como refrigerantes, energéticos e isotônicos, estão entre os principais fatores externos.

Os principais fatores internos são o refluxo gastresofágico e bulimia nervosa (vômitos provocados), dessa forma necessitando o tratamento colaborativo entre médicos e cirurgiões-dentistas.

Os efeitos da corrosão do esmalte vão desde o perda da qualidade oclusal, fragilização da camada de esmalte (risco de fissuras e quebras). Além de amarelamento até a hipersensibilidade dentinária.

Veja abaixo um exemplo de Corrosão nos dentes:

Estogeny & nekarioznye porazenia zubob. Monografia.

Considerando que a origem das LNCs é multifatorial, envolvendo mecanismos de tensão, fricção e corrosão, seu entendimento é de suma importância para um tratamento adequado.

Antes de tudo a melhor forma de prevenção da corrosão ácida consiste em controlar suas causas. O controle da dieta de determinados alimentos são fundamentais no processo. Há ainda formas de amenizar os danos ácidos: uso de canudos no consumo de bebidas ácidas, não bochechar as mesmas. Bem como enxaguar a boca após as refeições para controlar o pH e aguardar no mínimo 20 minutos após as refeições para a escovação.

Em situações normais, a própria saliva consegue recompor esses minerais perdidos. Entretanto quando existe uma frequência aumentada desse contato com os ácidos os danos podem ser irreversíveis. Daí a importância do uso diário de um creme dental com suplementação de minerais, para maximizar a reparação do esmalte.

Veja também: O que é a erosão ácida?

A linha de produtos Bianco contém uma formulação inovadora com princípio ativo denominado TCP (tricálcio fosfato). Nossa linha suplementa a saliva com minerais que formam uma camada protetora sobre o esmalte, reparando assim danos iniciais e prevenindo contra novos ataques. Seu uso diário reduz os desgastes ácidos, contribui no controle do biofilme bacteriano, reduzindo a formação da placa e cálculos.

Os resultados são cientificamente comprovados e o laudo está no site: www.biancooralcare.com.br

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here