A perda dos dentes é consequência natural do envelhecimento?

0
784

MITO. A perda dos dentes não é natural do envelhecimento, mas sim de doenças gengivais maltratadas, traumas, cáries e composição genética. Com tratamento de prevenção é possível chegar à 3ª idade com todos os dentes na boca.

É curioso observar que, todas as vezes que se relaciona dentição com a idade, a maioria da população associa imediatamente a velhice com a falta de dentes. Mas é importante destacar que o edentulismo, ou a ausência de dentes, não tem relação alguma com a idade. Assim, pessoas livres destes fatores conservarão por mais tempo seus dentes naturais independente da sua faixa etária.

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos revelou que a maioria dos entrevistados considerava que perder os dentes é uma consequência natural do envelhecimento humano. E talvez por isso mesmo muitos se sentem desencorajados a cuidar melhor da sua saúde bucal, já que acreditam que fatalmente perderão seus dentes quando mais velhos.

O que é muito perigoso, pois as perdas dentárias acarretam sérios problemas. Afetam a mastigação e a digestão de alimentos, acabando por sobrecarregar o estômago e o intestino, e até podendo causar problemas mais sérios, tipo uma úlcera gástrica, como afirma Moriguchi (1992).

Mas há uma verdade nessa história:  os dentes sofrem uma série de alterações fisiológicas e patológicas com o passar da idade biológica. Tornando necessários visitas regulares ao cirurgião dentista. Os cuidados com a saúde bucal devem ser tomados sempre, de modo a melhorar a qualidade de vida, em qualquer idade.

 

Moriguchi, Y. Aspectos geriátricos no atendimento odontológico. Odont.mod. Rio de Janeiro, v.19, n.4, p.11-13, jul./ago.1992. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here